quarta-feira, 4 de março de 2009

Censura

Umas imagens incríveis que retirei de um blog... mas que demonstram a realidade existente actualmente com a informação de pólo aquático e o direito à opinião.

Cuidado com os comentários porque eles "andem" aí!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Convocatórias site FPN

Ia publicar hoje mais algumas convocatórias que descobri já estarem disponíveis no site FPN, mas apercebi-me da inutilidade do facto.

Na realidade, sempre acreditei que mais importante que "dar o peixe" é "ensinar a pescar" e pelos comentários que me chegaram, o problema dos árbitros é não estarem a conseguir visualizar as convocatórias e como tal só responderem se estão disponíveis ou indisponíveis quando os serviços da FPN enviam a convocatória na semana da competição.
O que seria uma mera confirmação da sua disponibilidade, em função de não haver nenhuma indicação em contrário, passa a ser a primeira convocatória para os árbitros, que não souberam ver no site e avisar antecipadamente.

Claro que o problema pode ser uma questão de preguiça, de maus hábitos, de falta de organização e disciplina para anteciparem as convocatórias e indisponibilidade, mas uma vez que as mesmas se encontram no site FPN e eu me limitava a colocar um link para o site,segue-se uma pequena apresentação que explica a todos os interessados como aceder as convocatórias:
Convocatórias Site FPN

Obrigada à Paula Cruz por me ter enviado esta apresentação.

Se antes se reclamava, e com razão, que os árbitros não sabiam com antecedência quais os jogos que iriam apitar e não se conseguiam organizar, neste momento isso já não devia acontecer, visto estarem publicadas com bastante antecedência.

Esperemos que as equipas consigam saber com a mesma antecedência que os árbitros nomeados são os que vão estar presentes nos seus encontros, em vez de terem de esperar pela véspera para saber.

Espero que a lição de "pescaria" tenha sido útil e não seja necessário continuar a "dar o peixe", pois isso já a FPN faz a todos os árbitros e oficiais.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Reportagem IV Torneio Internacional de Tavira (2009)


Para os que quiserem ver a reportagem feita pela bola on-line ao IV Torneio Internacional de Tavira, em pólo aquático feminino, em que a nossa selecção ficou em 3º lugar com Mariana Sarmento a ser eleita a melhor jogadora e a ser igualmente a melhor marcadora, basta carregarem na imagem.

Portugal Organiza fase de Apuramento para Europeu B

A Federação Portuguesa de Natação foi escolhida para organizar o Grupo A da Fase de Apuramento para o Campeonato da Europa B de pólo aquático, em seniores masculinos.
A competição vai decorrer no Complexo Olímpico de Piscinas de Coimbra, entre os dias 13 e 15 de Maio.
A Federação apresentou a candidatura juntamente com várias outras federações, e foi escolhida pela Liga Europeia de Natação (LEN), organismo que tutela a modalidade na Europa.
Os países que se candidataram foram a Dinamarca, Moldávia, República Checa, Irlanda, Malta e Turquia.
Os Grupos de Apuramento ficaram organizados da seguinte forma:
Grupo A (Coimbra): Polónia, Portugal e República Checa (Apura 1 equipa)

Grupo B (Odense, Dinamarca): Turquia, Dinamarca, Áustria e Moldávia (Apura 2 equipas)

Grupo C (Malta): Malta, Irlanda, Finlândia e Geórgia (Apura 2 equipas)

Os cinco países apurados juntam-se aos seis já qualificados – Bielorrússia, França, Grã-Bretanha, Holanda, Eslovénia, Ucrânia e Suíça (país organizador) – para disputar o Europeu B em Lugano, no mês de Setembro.

texto in: www.fpnatacao.pt
Esta notícia que acabaram de me enviar, publicada no site FPN, só me faz rejubilar por termos novamente um grande evento no nosso país, mesmo sendo uma fase de apuramento para um Europeu B.
Mas algumas questões me surgem, e aqui as deixo, para reflexão de quem assim o entender:
  • No último Europeu realizado no país nenhum dos oficiais de mesa foi pago (ou pelo menos uma grande maioria deles). Será que neste vão ser?
  • Quem nomeia os Oficiais? A Federação ou a Associação que organiza?
  • O evento realiza-se em Coimbra, que como todos sabemos não dispõe de quadro de arbitragem. Uma vez que é um evento LEN e onde estará em evidência o trabalho dos nossos Oficiais, vamos seguir o modelo espanhol e internacional e convocar árbitros para fazer de Oficiais, ou vamos formar rapidamente um quadro de Oficiais de Mesa em Coimbra para diminuir custos com a arbitragem?
  • Se formarmos rapidamente Oficiais na região em causa, qual a qualidade do trabalho que vão fazer num evento LEN, por mais pequeno que possa ser?
  • Consultando o calendário, verifico que de 13 a 15 de Maio correspondem a jogos entre 4ª e 6ª-feira. As pessoas ligadas à arbitragem trabalham e estudam? Há gente disponível para faltar esses dias para fazer de Oficiais?
  • Com que antecedência serão convocados e qual o critério usado na sua convocatória?
  • As datas foram impostas pela LEN? Não se poderia tentar apanhar um fim-de-semana para, pelo menos, atrair mais público às piscinas e aos jogos?
  • Porque a escolha de Coimbra, que não dispõe de aeroporto e tem poucas equipas comparativamente com Lisboa, Porto ou mesmo Algarve? Foi como factor de motivação para o desenvolvimento local?

São só algumas questões de ordem prática que me assaltaram a mente quando verifiquei o local e as datas, não querendo com isso menosprezar a importância do evento ou a honra de termos sido escolhidos para o realizar.
Se alguém tiver respostas ou sugestões, agradece-se!

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Questões para debate

No seguimento da questão dos auto-golos, várias questões me ocorreram e me foram transmitidas por alguns colegas treinadores e jogadores e que aqui lanço para debate - até porque quando eu arbitrava ainda se usavam bandeiras!

Relativamente ao auto-golo, e no seguimento das indicações feitas:
  • Quando um central, a retirar a bola a um pivot e a passar para trás para o seu GR a coloca inadvertidamente dentro da baliza, o golo é atribuído a quem?
  • Se um defesa a passar a bola ao GR a envia para dentro da baliza, a quem é atribuído esse golo?
  • Se a bola escorregar das mãos do GR e entrar na baliza, o que se faz e como se marca?
  • Se em algum destes casos se optar por marcar auto-golo, como se regista na acta de jogo e quais os efeitos nas listagens dos melhores marcadores?

Relativamente a situações de jogo:
  • Quando um atacante remata e a bola bate no defesa e sai pela linha lateral, marca-se livre para o atacante ou a bola passa para o defesa?
  • Quando, após um remate em que a bola bate na trave e fica na água, dois árbitros apitam simultaneamente uma falta, mas em sentidos contrários, o que se deve fazer?
  • Quando um atacante ganha uma falta e o defesa faz bloco, o braço com que faz bloco pode acompanhar o movimento do atacante que marca a falta ou deve estar estático? Quais as punições se ele mover o braço unicamente a acompanhar o movimento?

E se tiverem mais questões sobre situações que ocorrem ou ocorreram nos vossos jogos, seja como atletas seja como árbitros, não hesitem em as colocar aqui ou me enviarem, para se fazer um debate.
Até porque nem sempre as regras são claras e os procedimentos variam de árbitro para árbitro e de situação para situação e seria bom que se pusesse estabelecer aqui um debate sobre a melhor forma de actuar nestes casos.

No caso do auto-golo sei que foi emitido um comunicado, mas até que ponto ele abrange todas as situações?
Como proceder nas que não estiverem abrangidas?

Deixo aberto o debate e espero contar com a vossa participação e colaboração, já que tenho participado pouco aqui no blog - situação a ser resolvida em breve com a entrada de um novo colaborador.