terça-feira, 3 de junho de 2008

1º Convocatória Fase Final Campeonato Nacional Infantis Masculinos

Já podem encontrar na zona das convocatórias, na barra lateral esquerda, a 1ª convocatória enviada para as equipas de arbitragem da Fase Final do Campeonato Nacional de Infantis.

Podem igualmente visualizar, carregando na imagem.

Desta vez, e com grande esforço, vou abster-me de fazer comentários.
Isso fica com cada um, pois basta contar os jogos que cada árbitro faz e comparar com a totalidade de árbitros nacionais que há (mesmo na zona norte).

3 comentários:

Anónimo disse...

Realmente nem vale a pena comentar.
É vergonhoso ver jogos infantis a serem apitados por duplas de internacionais, que por coincidência são o vogal do CA e o vice-presidente da FPN.
Parece que não há mais árbitros que mereçam apitar, ou precisem apitar em infantis.
Das duas uma - ou andamos a pagar salários a esses senhores através das arbitragens ou esse senhor acha que é o melhor de todos e nem vale a pena fazer crescer os outros árbitros nacionais. Mas porque não profissionalizar os arbitros e assim não era esta escandaleira?
Fico feliz pelos nossos infantis, não se enganem, que vão ter duplas de arbitragem que nem os seniores mereceram ter.
Mas chocado com o que vejo - parece que este sr Luis Santos precisa de dinheiro, ou se considera o melhor do mundo.
Paula, tens a resposta?

Anónimo disse...

não percebo porque tanta admiração.
já foi assim nos júniores, nos juvenis, porque iria ser diferente nos infantis.
jaá existe a dos infantis femininos?
E para a semana vai ser novamente para os senhores do Porto irem passear ao Algarve à conta da federação e dos clubes que organizam.
cada um tem o que merece e nós temos os responsáveis federativos e de arbitragem que merecemos e elegemos.
só espero que se tenha aprendido com os erros, mas duvido.
com tanta gente competente e que gosta e trabalha em prol da modalidade, ainda lá vamos colocar os mesmo assalariados

Anónimo disse...

Paula, já tens a dos femininos?
Será que vão os mesmos ou há mais árbitros a nível nacional?