domingo, 13 de abril de 2008

Convocatória 12 e 13 Abril (Final) e Reflexão

Já estão em linha as diferenças entre a primeira convocatória e a realidade com que as equipas de depararam este fim de semana - barra lateral do lado esquerdo.


E devo admitir que, se até agora evitei comentar as convocatórias e quem aparecia (ou até "criticava" quem nunca estava disponível), e falar das comentadas "guerrilhas" Norte e Sul... este fim de semana deixou-me cheia de dúvidas sobre o que se passa na arbitragem, a todos os níveis!

Vou tentar explicar o que não percebo:
Os árbitros de Felgueiras pediram para ser dispensados de apitar este fim de semana. Não vou sequer comentar se é correcto ou não, pois a situação que todos viveram esta semana é muito difícil e compreendo que não estivessem disponíveis para arbitrar (foi uma grande perda e um choque enorme para as pessoas que conviviam com o Pedro).

Mas a principal coisa que não percebo (mas assumo que estou mais loira de novo) é porque foram feitos tantos jogos só com um árbitro, sem oficiais de mesa... inclusive um Torneio Nacional de Juvenis (que não foi adiado)?!!

Estou sempre a ouvir comentários que os árbitros do Norte é que estão sempre disponíveis para apitar em qualquer lado, que os de Lisboa ou do Sul nunca estão disponíveis, etc...

  • Como se justifica que num fim de semana em que há um Torneio Nacional de Juvenis (uma oportunidade excelente para os novos árbitros praticarem...) eles não tenham sido contactados para esse efeito) ?
  • Como se justifica que existam pessoas que se disponibilizaram para se deslocarem às suas custas e servirem de oficiais... e nem tenham tido resposta?
  • Que tenham estado 3 árbitros na mesa do jogo da Amadora e ninguém na mesa do jogo do CNAC... e em inúmeros jogos da 2ª divisão?
  • Que se contactem pessoas para ir apitar um jogo ao Algarve ou a Coimbra na véspera desse jogo, mas não se contactem para apitarem um Torneio de Juvenis ou darem apoio em jogos da 2ª divisão?
  • Que esteja a ser jogada uma fase final de um Play-Off feminino, com jogos renhidos e um terceiro jogo... e o 3º jogo não seja apitado por 2 árbitros internacionais, ou ex-internacionais, ou nacionais com muita antiguidade e experiência?

Estas questões suscitam-me muitas incertezas e muita tristeza, pois começo a perceber porque muitos árbitros vão desistindo da arbitragem... E porque mesmo aqueles que tem amor à arbitragem e se oferecem e gastam dinheiro para não defraudarem as equipas e darem uma boa imagem da arbitragem... vão desistindo e desmoralizando (e nisto falo também por mim).

Um árbitro que devia praticar com jogos de júniores e juvenis e só é chamado como "tapa-buracos" para jogos da 2ª divisão (muitas vezes a centenas de km da sua zona), a quem não dão equipamento (se apitam jogos da 2ª divisão, não o deveriam ter? Especialmente se apitaram já bastantes jogos...), e percebe que havia um Torneio que só teve um árbitro por jogo e na mesa... e que nem lhe foi proposto praticar nesse Torneio... é capaz de perder a motivação (principalmente se tiver o sentimento de não ser acompanhado, de não ter quem o apoie nas dúvidas e hesitações...).

Este fim de semana em particular, com todas as suas envolvências, deixou-me triste... porque significa que não existe respeito nem pelas equipas nem pelos árbitros. (Por serem juvenis basta um árbitro? Será que é por ser no Norte que não se falam com outros árbitros? Por serem jogos de 2ª divisão basta uma pessoa?).

Sei que foi um fim de semana complicado e que os trágicos acontecimentos da semana não ajudaram - mas por isso mesmo se devia ter apostado nos novos árbitros ou pedido apoio aos mais antigos... não prejudicando as equipas que se deslocam para fazer os seus jogos?
Até porque os árbitros de Felgueiras avisaram logo que não iriam comparecer nos jogos... mas não se recorreu a todos os árbitros nacionais ou internacionais para apoio nos jogos mais complicados, nomeadamente 3º jogo de um play-off sénior... porquê?

Se digo isto é porque não foram certamente contactados todos os árbitros internacionais (ou ex) ou árbitros nacionais com anos de experiência (inclusive arbitragem de Play-off seniores), da zona Sul, para ir (pelo menos) apitar o 3º jogo deste play-off... (não estou, com isto, a criticar a competência de quem apitou este jogo, pois tenho a certeza que é competente e a equipa de arbitragem não teve nenhuma influência no resultado, mas... como não é conhecido o quadro nacional... penso que existiam muitas escolhas para esse jogo que nem sequer foram consideradas - e o facto de uma pessoa não estar disponível num dia para fazer um jogo, não quer dizer que não esteja no seguinte - muito mais se for um Play-off).

Desta forma... não vamos conseguir fazer avançar a modalidade... e muito menos motivar as pessoas para arbitrarem... ou estarem disponíveis...
Ou há comunicação e remamos todos para o mesmo lado (e nos momentos de crise é que se deve dar a cara e pedir apoio - pois vai ser dado!!!)... ou as coisas vão acabar por ficar ainda mais complicadas... pois não podemos, nos momentos de crise... ignorar o apoio DE TODOS!

Não gosto de falar assim e apontar dedos, até pela semana que foi... e custa-me ter estas dúvidas e incertezas (e incorrer no risco de estar a ser injusta)... sem conseguir ter todos os factos (mas também não consigo comunicar com quem me poderia explicar) ... mas a verdade é que a vida continuou e as equipas foram prejudicadas nos seus direitos (de ter equipas de arbitragem completas)... independentemente do resultado dos jogos "contarem para alguma coisa", como se poderia pensar.

E até eu que sou conhecida por ser muito critica em relação aos árbitros (por faltarem sem justificar, faltarem porque querem ir para a praia, etc.), sei que esta semana, se tivessem falado com as pessoas ligadas à arbitragem (pelo menos as da zona Sul) e explicado a situação, todas elas estariam disponíveis. Se eu falo com elas e elas o referem, porque não são contactadas? Agora se são sempre consideradas para "tapar buracos" e nao conseguem explicações...

E ainda digo mais (é o lado de mulher... que não se cala)... se foi uma semana difícil para todos os que estão no Norte e eram mais ligados ao Pedro... esta era mais uma razão para pedir apoio, ajuda!

Desculpem o desabafo, mas também sou humana e tenho estes momentos em que fico triste com o que observo (ou me relatam)...

Campeonato da 1ª divisão
Campeonato da 2ª divisão
Play-off feminino
Torneio B de Juvenis

30 comentários:

Anónimo disse...

a arbitragem no jogo de coimbra foi vergonhosa....simplesmente vergonhosa....

André Azevedo disse...

Vou começar o meu comentário dizendo que não percebo porque se escondem no anonimato. Em segundo lugar, encontro-me numa posição previligiada para dizer o que se passou no jogo em Coimbra, pois sou jogador do Sporting Clube de Portugal, e sou também árbitro. Desse jogo apenas tenho a dizer que a inexperiência dos árbitros em questão, resultou em erros que favoreceram e/ou prejudicaram ambas as equipas (por ex: jogo um pouco mais víril, exclusões simultâneas de atletas de ambos os clubes, falta de critério na aplicação de faltas órdinarias, etc...). De resto a mesa feita por atletas do CNAc esteve à altura (podem até ter cometido alguns erros, mas não os podemos criticar pelos mesmos). O que se pode fazer para melhorar estes árbitros inexperientes é simplesmente dar-lhes jogos para praticarem, mas não jogos das principais divisões e escalões, senão apenas estamos a lança-los às feras.
Quanto às restantes convocatórias, onde faltou imensa gente, apenas digo uma palavra, e vou meter a mesma em letras maiúsculas, para que a leiam bem, VERGONHOSO. Continuamos um desporto completamente desunido, onde esta troca de palavras, do Norte vs Sul, é absurda e ridicula, o que devemos focar e defender é o interesse do Polo em Portugal, mais concretamente Portugal de Norte a Sul ou vice-versa.

Saudações desportivas

André Azevedo (Atleta SCP e árbitro)

PS - Esqueci-me de comentar um outro ponto, eu não sei o que os outros árbitros fazem, mas eu quando sou convocado, se não posso ir informo na hora ou ainda com relativa antecedência que não posso honrar a convocatória. Se calhar foi e é a educação que eu tenho, penso que não é nada de mais, avisar. Pois dá tempo para que novas pessoas sejam contactadas para que se honrem os compromissos para com os clubes.

Anónimo disse...

Mas o q aconteceu este fs é o que tem acontecido durante toda a época. Jogos com 1 só arbrito, pessoas da bancada a fazer mesa, etc.
Pergunto:
Afinal de quem é a culpa?

Arbitragemwppt disse...

Olá André
A minha reflexão e tristeza relativamente a este fim de semana prende-se (por uma vez) não com o facto de os árbitros não avisarem que vão... mas por nem terem sido contactados!
E se deviam praticar... tinham um Torneio de Juvenis para o fazer... e que foi sempre apitado só por um árbitro... sem sequer se pensar nos novos árbitros que devem praticar em escalões jovens e não em séniores...
Acho que, indepependentemente das razões que possam ter estado por trás... é um desrespeito pelas equipas e pelos árbitros e... que pode continuar esta guerra Norte Sul em vez de se pensar em ARBITRAGEM NACIONAL.
E é nos momentos dificeis como o que o Norte atravessou a semana passada que se deve ter uma equipa NACIONAL ou pedir ajuda...
mas isto sou eu... que sou idealista!
E que acho que mais facilmente um arbitro vai passar um fim de semana a treinar com 3 ou 4 jogos do que faz 400 ou 400 km para apitar um jogo para o qual ainda não se sente qualificado ou para o qual só é convocado em desespero de causa "tapar buracos"...

Arbitragemwppt disse...

não te sei dizer de quem é a culpa a 100%.
Penso que será mais de falta de organização, antecipação, previsão e acima de tudo COMUNICAÇÃO.
E... existir uma ideia... de que nos jogos fáceis basta estar um arbitro... apesar de ser nacional :(e se digo isto é porque tenho ouvido tantas vezes isso...)
Por outro lado, "guerras" Norte e Sul... atitudes de "nós aqui conseguimos resolver sozinhos" não servem para unificar a arbitragem...
Tem de partir de todos - FPN, CA, Clubes e árbitros.
E haver compreensão de todas as circusntâncias e uma boa informação (lá estou eu com o meu idealismo...)

Arbitragemwppt disse...

anónimo...
mais do que achar que a arbitragem é vergonhosa... devemos admirar os que se disponibilizam para ir, muitas vezes sem a formação ou o treino adequado para os jogos para que são chamados... e tentar ter o apoio dos clubes e treinadores, em vez de pressão e usarem a sua inexperiência.
por outro lado... concordo que não se pode ter árbitros inexperientes, falta de oficiais de mesa ou jogos de escalões só com um árbitro...
COMUNICAÇÃO....

André Azevedo disse...

Cara Paula, eu faço das tuas palavras as minhas, bem sabes que eu já cá ando à uns bons anos também, mas por muito que me custe a admitir isto não vai para a frente assim. E isso é mau para os árbitros, para os atletas e para o Polo em geral.

Respondendo ao(s) anónimo(s) (continuam com medo de dizer quem são). O que dizes não é novidade nenhuma, eu só te digo isto em cada 8 de 10 jogos de outras equipas (que não o Sporting) que eu vou ver, acabo sempre por ter que fazer alguma coisa, seja na mesa, seja a arbitrar. E aí a falha têm que ser distribuída por duas partes. A primeira é para as pessoas que não confirmaram a sua presença/ausência no jogo para que foram convocados. A segunda é para os responsáveis pela arbitragem, pois eu falando por mim, que aviso na hora em que recebo a convocatória se estou ou não presente, por não arranjarem substitutos.

A Comunicação é o mais importante...

André Azevedo

Anónimo disse...

Mas se os jogadores treinam porque os árbritos tb não o fazem?

Não acham que ir treinar para um jogo oficial (como foi dito), seja ele de que categoria ou escalão for, é prejudicial para todos os intervenientes?

É só contactarem os treinadores dos clubes, que durante a semana há sempre dias em que se faz jogos de treino entre clubes ou situações de jogo formal.

Arbitragemwppt disse...

olá anónimo

é uma das coisas que sempre defendi - que os árbitros devem treinar, como o fazem os jogadores.
Mas aqui entramos noutra àrea - o comportamento de jogadores e teinadores.
Se os árbitros são insultados e suportam faltas de respeito e de compreensão nos jogos... quando vão apitar jogos de treino muitas vezes é pior.
Enquanto não houver compreensão e tolerância da parte de todos (clubes, jogadores, etc...) pode ser um pouco mais complicado do que eu idealizaria conseguir explicar aos árbitros as vantagens de ir treinar com os clubes nos seus jogos de treino.
E sem respeito mútuo... é dificil implementar esse sitema de treino.
Conheço alguns árbitros que começaram a tentar treinar com os clubes... mas depois de alguns jogos e muitos insultos (será que não percebem que é uma fase de aprendizagem)... acabaram por desistir por faltade respeito.
no teu clube isso não acontece?
Quantos jogadores conheces que isultem o seu treinador da forma como os árbitros são insultados semanalmente?
Não é uma desculpa, pois quando se vai para árbitrro deve-se saber ao que se vai... mas é mais um pensamento para reflexão...

André Azevedo disse...

Para ti caro anónimo tenho uma resposta simples, já tentaste alguma vez arbitrar num jogo-treino? É que eu já o fiz no passado, e por muito que se queira não é a mesma coisa que um jogo oficial, a Paula expressou isso muito bem na sua resposta.
Em frente, tu argumentas ou tentas argumentar que um árbitro inexperiente não deve "treinar" em jogos oficiais, porque isso seria prejudicial para os outros intervinientes no espectáculo. Eu concordo contigo, mas por outro lado não concordo, porque na minha opinião só em jogos oficiais, mas com níveis de importância menor, como os escalões de formação (infantis, juvenis e alguns jogos de juniores com as equipas mais fracas), ou então torneios amigáveis organizados pelos clubes ou associações, é que um árbitro pode evoluir.

(continua de seguida

André Azevedo disse...

(Continuação)

Ninguém é perfeito, e todos precisam de praticar. A Paula apresentou um modelo/esquema de progressão de árbitros que penso seria útil leres. Esse modelo está de acordo com o que eu te acabei de escrever. Agora, e devido ao facto de ter também dado razão, explico-te a minha posição/opinião, o lançares um novo árbitro numa 1ª ou 2ª divisão onde já há muitos jogadores experientes, é simplesmente lança-los às feras, as razões são as seguintes ainda não têm nem conhecimento suficiente da aplicação de regras e critérios para as mesmas, decorar as regras é fácil, aplica-las na hora, no minuto, no segundo é que é complicado. Quando aprendeste a conduzir, se tiveres idade para isso, ao ínicio tinhas que pensar para meter uma mudança, com os árbitros é o mesmo, nos jogos de menor importância ou de escalões inferiores, os jogadores não têm a tendência de jogarem no limite das regras, jogam mais simples, fazem faltas mais óbvias. Como tal são uma boa maneira de ensinar um novo árbitro.
Uma outra questão que é fundamental para que os árbitros aprendem é a comunicação entre ambos no periodo que antecede o jogo, para discutirem a forma como aplicam as regras, pois cada um tem a sua maneira de interpretar os lances. É a Comunicação que já se falou à pouco.

Saudações desportivas

André Azevedo

Anónimo disse...

Essa questão dos insultos parece-me uma desculpa.
Se um árbrito vai a um treino apitar uma situação de um jogo formal ou um jogo de treino, têm + é que agradecer-lhe. Penso que nenhum treinador permitirá qq tipo de situação desagradável num treino seu.

Arbitragemwppt disse...

anónimo
penso que ainda és mais idealista que eu - ou então nunca apitaste nenhum jogo...
Nenhum treinador devia permitir que um árbitro que vai apitar um jogo seu (treino ou oficial) seja insultado ou "enxovalhado"... mas a verdade é que isso acontece (se acontece em jogos oficiais... nos treinos então é um show...).
A verdade é que tudo passa por uma questão de comportamento e atitude - e RESPEITO pelo trabalho de uns e de outros.
Somos todos amadores e estamos aqui por amor à modalidade.
Se somos pacientes com os novos jogadores que treinamos (sim... treinei muitos)- porque é que se espera que um árbitro seja perfeito quando tira o curso?
Pensa nisto - ninguém é perfeito. Nem os jogadores, nem os árbitros. Mas uns não existem sem os outros. Então... melhor respeitarem-se e poderem treinar nas melhores condições.
E aí... é como diz o André, formação e escalões jovens... sem tanta malícia e sem abusarem da inexperiência dos árbitros é a melhor escola!

Apito na água disse...

Comungo da opinião do André e da Paula, da necessidade de diálogo de comunicação. E na realidade isso não acontece, particularmente com os árbitros das associações mais a sul, salva raras excepções, onde eu me incluo, pois se não vai Maomé à montanha vai a montanha a Maomé.
Muito se falou, após a eleição deste elenco da necessidade de alterar profundamente o estado de coisas deixado pelo anterior, mas até agora nada mudou, está tudo na mesma ou pior ainda, porque pura e simplesmente não há comunicação, afastam-se aqueles que têm opinião diferente quando podiam ser aproveitados, no minimo pelo anos que aqui andam. Não significando que não foram cometidos erros, foram e continuam a ser cometidos. Mas uma coisa é certa e isso ninguem pode negar havia diálogo e comunicação.
Quanto aos árbitros, é muito dificil colocar árbitros a arbitrarem jogos de treino se...e sublinho se estes não forem acompanhados, porque caso contrário continuam a cometer os mesmos erros e as mesmas interpretações da aplicação das regras.
Os treinadores das equipas é uma realidade, não ajudam os árbitros, e diga-se não tem que ajudar eles estão ali para ganhar o jogo.
Quem tem e a quem cabe esse papel é ao orgão tutelar.
Sem árbitros,sem equipas, não há jogo, mas sem dirigentes continua a haver jogo....fica a reflexão.
JB

Anónimo disse...

pois bem... sendo eu uma das chamadas "tapa buracos" devo dizer que nao foi em desespero de causa k fui nomeada pra nenhum jogo... nem tao pouco me senti mais ou menos capaz de o fazer... ate porque estava nomeada pra apitar um jogo da 2ª divisao... e alteração fez com a maior das naturalidades... de forma a que houvesse arbitros pra guimaraes... e arbitros pra campanha.. nada de anormal até aqui... nem mesmo por ser a "semana que foi".... ate porque as vezes surgem alterações de ultima hora... arbitros avisam em cima do joelho.. ou ate porque outros tem que ir fazer jogos ate ao SUL....

seguindo... nao foi um fim de semana nada "escandaloso"... nem tao pouco vergonhoso... a meu entender... ate porque nao houve jogos de regionais... nao fiz mais nem menos jogos do que é costume....

em relação aos jogos dos juvenis... independentemente do respeito pelas equipas... k julgo que nao faltou... porque cada um de nos da o seu melhor nos jogos... (embora pras equipas e jogadores nem sempre chegue....) julgo k o pior pra modalidade é existirem este tipo de jogos.... num Torneio do Nacional... bem mais k os jogos serem apitados so por um arbitro.... resultados como 2-44... e 0-28 e 0-27... acho que nao sou bons pra nenhum interveniente....

sem mais*** cumprimentos***

Soraia Crespo

Arbitragemwppt disse...

Soraia, acho que não percebeste a minha mensagem, mas eu tb nem sempre sou clara no que queria transmitir.
Sei que estás e estarás sempre disponível, como muitos estão.
Mas tentar resolver as coisas só com as pessoas que estão à mão não pode enm deve ser solução.
E se é verdade que são mais as vezes os árbitros do norte que vem apitar ao sul que o contrário (e repara que não digo NORTE ou SUL), também sabemos todos que foi uma semana dificil em termos de EMOÇÕES, com a morte do PG. E que as pessoas não estavam a 100% em termos emocionais. Não que isso afecte a sua arbitragem - mas é uma oportunidade de unificar as regiões que se deixou perder. As coisas resolvem-se, sempre se resolveram e de uma forma geral sempre se resolverão... mas não se evolui! Porque se olha sempre à volta e se pede sempre aos mesmos... e os outros "tapa-buracos" (refiro-me aos que só chão chamados em último caso e raramente são) acabam por desmoralizar (e há muitos assim).
Quanto aos juvenis... permite-me discordar, até porque o Regulamento diz que para jogos Nacionais devem existir 2 árbitros - e eram jogos nacionais. Não podemos entrar num esquema de só colocar um árbitro nos jogos "fáceis" porque estamos a dar uma péssima imagem (especialmente se for porque para resolver as coisas não se fala com ninguém e se recorre sempre à "prata da casa").
A minha tristeza não é com a qualidade das arbitragens (não comento nem nunca irei comentar)... mas com o facto de se continuar a evitar a COMUNICAÇÃO e entre-ajuda!
bjs de outra "tapa-buracos" profissional e continua com esse espirito, pois é o que precisamos!

Arbitragemwppt disse...

Uma última reflexão - para mim (idealista como sou, utópica, confiante nas pessoas, etc... ahhh, isso é o outro blog) é uma falta de respeito que se considere, quer a nível regional quer principalmente a nível nacional que basta um árbitro para jogos de infantis, juvenis e algumas vezes júniores.
Os resultados são desiquilibrados (certo... as equipas estão a começar e devem merecer o respeito por irem levar essas "tareias" mas ao mesmo tempo aprenderem), ou que os jogos não decidem nada.
Não é esse o critério que eu acreditava (e defendia) que devia reger a arbitragem.
Equipas fortes ou fracas, séniores ou infantis, femininas ou masculinas... todas merecem respeito pelo trabalho que fazem e pelo investimento. E merecem ter 2 árbitros! Independentemente da sua qualidade ou classificação.
Senão voltamos aos jogos entre amigos em que apitam os treinadores e escusamos de ter arbitragem ou conselhos de arbitragem!
Não vamos ser mais papistas que o papa - até porque há muita gente disponível, de Norte a Sul (já com letra grande) que só gostava de uma oportunidade e de apoio e contacto (a minha palavra preferida - COMUNICAÇÃO!!!)

joao silva disse...

sem duvida qu discute se temas importantes spobre o polo nacional e concordo com a maior parte, mas nao com todos os aqui dito...primeiro anonimo dos ocmentarios, quanto a mim, tens muita razao...sempre defendi que o sporting eram as equipas com mais fair-play(das que joguei obviamnte), mas a minha ideia mudou radicalmente depois do jogo do sabado passado...deves concordar comigo que foi um jogo de muitas agressoes e de muito contacto, mas la esta, eu nao reparei, confesso que agr n m lembro mt bem de todo o jogo, nos arbitros expulsarem as agressoes que todos viam...mas ai tambem acho que os arbiutros erraram, pois se expulsassem o que viam, quase de certeza que essas agressoes iriamdiminuir, pois quem o fizesse saberia que ia ser expulso...em relacao ao jogo acho que nm sei que dizer mais, porque foi sem duvida dos jogos que mais nervos me meteu em questao de arbitragem, ma acredito que seja tbpelo facto de ir acumulando situacoes destas...ha que louvar quem foi tapar os buracos a coimbra ( e a todo o lado), mas tambem prejudicar constantemente uma equipa por falta de arbiros, quer se dizer...nao e desvalorizar as camadas jovens, mas cncordo que mais vale praticarem nesses escaloes, do que no jogos mais serios..

bem abracos/beijinhos,
joao silva - cnac

Anónimo disse...

Penso que o que a Paula (arbitragemwppt) quer dizer é que se deve diferenciar entre jogos que são arbitrados por uma pessoa e sem oficiais porque eles faltam... e jogos que á partida só tem um árbitro nomeado.
Ou jogos de campeonatos nacionais para os quais só se utilizam os quadros regionais... e isso... devia ser evitado.
O que falta acontecer para que essa situação não se repita?
Vamos continuar neste diálogo de surdos entre Norte e Sul?

Anónimo disse...

de todo estou a desprezar as equipas e a discordar do regulamento... devem sempre existir 2 arbitros... e dar oportunidade as novas equipas... o que nao concordo é "entrarem" assim num torneio do nacional... acredita que pr os juvenis que lá estavam.. foi mais desmoralizante o resultado obtido que a presença de um so arbitro... e nao so juvenis.. cm treinadores....

quanto às emoções... acho k faz parte saber gerir-las quando se apita... e sinceramente... acho que nós no "norte".... era o minimo que podiamos fazer em nome de uma pessoa que viveu para e pelo polo... estar presentes e apitar jogos em k era homenageado... senti orgulho em ser arbitra... :) se calhar ate te digo pela 1ª vez....


e sim entendi a tua mensagem... quanto à falta de comunicação.... entre sul/norte e outras direcções ja me transcende.. no que depender de mim... irei smp ajudar****

Soraia

Croc Dundee disse...

O Senhor João Silva do CNAC, pelas suas sábia palavras deve ser um daqueles sujeitos que durante o jogo nadou a ver em quem acertava com mais força, sem se preocupar em jogar.
Neste jogo de tudo valeu, desde socos fora de água na garganta dos adversários, socos nas costelas debaixo de água, e por aí fora. E vem agora falar de fair play. Nem imagina que jogou contra uma equipa com uma média de idades que deve rondar os 20 anos. Como não jogam nada, mas são grandes, ficaram irritados por estarem a perder, ainda por cima, com a mesa e os arbitros a favor.
Uma tristeza de gentinha, por isso, o meu respieto por esta equipa do CNAC é nula,tenham sim vergonha na cara!
falem do que sabem, e pelos visto de pólo, não é de certeza...

Anónimo disse...

Lá vem o SR. Croc, mais uma vez, como já vem sendo hábito agridir os outros, com palavras me´nos apropriadas. Até parece que ele tem uma coroa de santo.
As pessoas devem ter algum cuidado com a linguagem em especial quando pretendem ser incorrectos e mal educados.
Já agora o que é que faz ou fez o SR. Croc, uma vez que está eleito nos orgões federativos no Conselho de Arbitragem, para com toda a sua sapiencia contribuir para alterar este estado de coisas?.....NADA.
Se tem duvidas vão ao Sitio da FPN e verifiquem a constituição do Conselho de Arbitragem.

Ass.
Zorrinhooooo

Croc Dundee disse...

Um anónimo que assina como se fosse um herói de banda desenhada. Muito imaginativo.
Quanto às palavras menos próprias, depois de ter lido, o que escrevi, reparei que tem razão. Está com alguns erros ortográficos. Quanto ao resto...
Relativamente ao ter feito alguma coisa para melhorar a arbitragem, peço-lhe que não fale do que não sabe. Informe-se primeiro.
Quanto ao que os árbitros, de há 16anos a esta parte fizeram em prol do mesmo objectivo...
E mais! A inveja é muito feia!
Aceite um abraço do alto da minha insignificância,

joao silva - cnac disse...

oh croc, eu sou das pessoas que falo apenas do que vi/sei, mas se tu foste daquelas pessoas que andaste la a nadar para ver em quem acertavas, tudo bem, mas agora nao acuses dos outros de coisas que nao sabes. sou novo nisto, e jogo violento nem sequer entra na minha hipotese de jogo.vergonha na cara?se bem sei ler, o andre azevedo disse, e concordo plenamente, que na mesa estavam 3 jogadores do cnac e que se portaram lindamente, mas espera la, por serem do cnac vais dizer que apontaram mal as coisas, e que cotrolaram mal os tempos foi?abre mas e os olhos, e la esta, tal como a muita gente, humildade nao te ficava nada mal... nada mal mm...nunca, mas mesmo nunca e ouviste dize que perdemos por causa dos arbitros, alias toda a gente sabe que perdemos devido aos inumeros passes falhados, mas nem sequer referi que a derrota foi por causa dos arbitros, mas la esta, pode ser que agora percebas alguma coisa de humildade...a vossa media e de cerca de 20 anos, quanto a isso so te tenho a dizer, muitos parabens pela boa equipa que tem, e pelos vistos tao jovem, mas o que queres dizer e que por serem jovem dao menos porrada?e que nao percebi...eu nao sei se jogaste ou nao, mas a todos os que comprimentei no final dei os parabens pelo jogo, por isso se queres descarregar em cima de algeum, faz em cima de alguem que o mereca... abracos, joao silva -cnac

André Azevedo disse...

Caro João Silva, não confundas dureza/virilidade/agressividade com violência/brutalidade, pois no Sporting somos tão duros e agressivos como qualquer outra equipa, mas não somos violentos.
A violência ou brutalidade (para usar o termo adequado ao Polo Aquatico é simplesmente bater por maldade, com intenção de magoar o adversário. Tu realmente achas que nós fomos violentos, ou será que na realidade fomos agressivos e um pouco duros.
Eu justifico a nossa agressividade e dureza com a nossa vontade de ganhar o jogo. O Sporting ganhou bem, defendeu excelentemente e atacou o q.b..
De resto os árbitros estiveram bem, para a experiência que têm, que é nenhuma. A mesa falhou nos tempos para ambos os lados, mas estão completamente desculpados, pois não são oficiais de mesa.
Eu espero que nunca venha no futuro a justificar uma derrota da minha equipa devido à arbitragem, talvez para prever isso é que no Sporting gravamos os nossos jogos.
E visto jogares Polo Aquático à pouco tempo e sinto-me na obrigação e devo lembrar-te, que o Polo Aquático é um jogo de contacto físico, logo, o agarrar calções, braços, mãos etc... é algo que acontece, especialmente na luta de posição pivot/central.
Mas volto a frisar nunca confundas brutalidade com virilidade, se queres ver o que é brutalidade no Polo Aquático recomendo-te que vejas videos sobre isso que estão disponíveis no youtube. E depois faz a comparação.

Saudações desportivas

André Azevedo

Anónimo disse...

Só digo uma coisa a pior coisa que podem fazer a um arbitro inexperiene é porem apitar jogos equilibrados! >Ridiculo têm de apitar jogos de escalões mais pequenos para irem evoluindo...

Arbitros deveriam mudar o seu nome para Tapa Buracos.

Sem duvida que este fim de semana fui um priveligiado pude apitar um jogo com mais um arbitro e mais 3 a fazer mesa (sim eram arbitros na mesa e não secretarios)...

Quanto a apitar jogos de treino é lindo eu ja o fiz e as vezes faço mas com certos clubes mais vale esquecer, quando os jogadores so querem arranjar confusão!! so se for dentro do proprio clube e mesmo assim tem de ser muito bem falado... eu fazer isso regulamente é que acho q já não me serve de nada...

de resto enquanto os arbitros não forem considerados algo fundamental pela FPN isto não vai a lado nenhum e cada vez mais o pessoal quer la saber... o amor a camisola vai-se indo....

equipamentos é so para alguns ja o disse aqui varias vezes e n vou falar mais nisso.

De resto acho q a tendencia so pode ser para piorar ano apos ano, mas estaremos ca para confirmar...

Quanto as nomeações quem as faz q se responsabilize e eu nem comento nada disso pq n me diz respeito..

Bom bom era uma reuniao nacional de arbitros paga pela FPN para se definirem criterios a aplicar o ano inteiro a nivel nacional, pq estou farto de ouvir que cada jogo tem criterios diferentes... isso sim era evoluir!!

Abraço a todos,

Ricardo Saraiva

Anónimo disse...

Lá vem de novo o Sr. Croc.
Do alto da sua insignificancia falar...falar de nada. Por acaso por mera curiosidade, despertou-me à atenção o facto do Sr. pertencer ao actual elenco directivo da federação, mais faz parte do conselho de arbitragem. Será que não éra melhor estar calado, em vez de criticar e nada fazer?
O que é que o SR. fez nestes 4 anos em que está na federação nada. Até porque é seu hábito nada fazer e criticar aqueles que bem ou mal ainda fazem alguma coisa.
Deixe-se estar lá, porque está muito bem no alto da sua insignificância, porque realmente o seu percurso como dirigente, num orgão que está associado ao actual estado de coisas, porque n realidade o seu trabalho em prol da modalidade tem sido insignificante.
Zorrinhooooo o filho do Zorro.
Porque se fosse com o meu pai éra pior.....ahahahaahha

joao silva disse...

andre nunca me ouviste ou neste caso leste eu dizer em algum sitio que perdemos por culpa do arbitro...em relacao aos tempos que dizes que os da mesa falharam, nem sequer me apercebi, quer para um lado quer para o outro...eu quando refiro agressoes, obviamente nao me refiro a "agarrar calções, braços, mãos etc", refiro a agressoes mesmo...nao estou a dizer que foi o jogo todo nem nada disso, mas que houve muita houve, e nao estou a dizer que houve so de uma equipa...e sim, eu posso ter pouc tempo disto mas sei que o polo e um desporto muito fisico e de contacto. eu nunca disse que o sporting nao tinha sido o justo vencedor, alias ate pensei ja ter demonstrado isso, nos perdemos por erros nossos, nao de x, y ou z, mas sim nossos, e temos a consciencia disso. e para ver agressoes nm e preciso ir ao youtube, ja houve penso que 2 ou 3 noticias no polo na I duvisao em que foi preciso irem ao hspital receber tratamento...mas sei que videos falas, ou pelo menos vi alguns dos que penso que falas, mas acho que deves concordar comigo que isso ja ultrapassa um bocadinho o desporto, pelo menos eu acho...(e sim depende dos videos que tivemos a falar)...

abracos,
joao Silva- cnac

Anónimo disse...

Esta de dizer que a equipa do Sporting é violenta ou coisa parecida é de rir, mas mesmo rir às gargalhadas...

Anónimo disse...

la esta...quando so vem o que querem...ai lagartixas, lagartixas...