terça-feira, 15 de abril de 2008

Regras e Anexos FINA em PT

Olá

Ainda estou à espera de uma opinião, especialmente sobre os termos do Apêndice C, mas acredito que as regras e os 2 primeiros Anexos estão bem traduzidos, pois também me baseei nas anteriores versões para verificar esta tradução.
Entretanto espero que esta ajude, pelo menos na compreensão das Regras existentes na FINA actualmente.
Podem carregar aqui para descarregar o pdf, ou ir pela barra lateral do lado esquerdo, na área de regulamentos.
Relembro (está no documento) que é uma tradução feita por mim. Logo que a FPN tenha em linha a versão oficial, esta será substituída.

10 comentários:

Anónimo disse...

se ta feita por ti é pq ta excelente.. n ha melhor treadutora q a paulinha.. :)))
bjinhus
CF

Ana Saraiva disse...

Paula, vou descarregar o pdf, ler e certamente que vai estar perfeita a tradução :), ja posso dar os parabéns.
aos anos que a FPN promete por na pagina da web as regras de PA. devemos de ser uma das unicas federações sem regras de uma modalidade. e deve de ser essa tb a razão de muita gente barafustar com a arbitragem ehehe (piadinha..!)

Bjnhs e obgda Paula.

Ana Saraiva

polo aquatico disse...

Está excelente, é óbvio, parabens pelo excelente trabalho, tinha no blog (CNTN) em espanhol, mas irei substituir por este, mal consiga resolver os problemas que tenho no blog. Uma vez mais parabéns.
Rui

Anónimo disse...

O Conselho Regional de Arbitragem (CRA) da Associação de Natação do Norte de Portugal (ANNP) vai levar a efeito uma Acção de Reciclagem para árbitros e oficiais de mesa, agendada para 27 de Outubro, entre as 10h00 e 13h00 e 14h30 e 18h00, na ANNP.

Arbitragem/comportamento, regras e sua aplicação, critérios, instruções e regulamento de arbitragem, relatórios de jogo, análise situação central/pivot (regras e instruções) e análise da época anterior são os temas em discussão na acção de reciclagem dirigida por Luís Santos (árbitro FINA).

Porque não houve na ANL?

Anónimo disse...

mas que pergunta!
Porque toda a gente sabe que o Sr Luís Santos só trabalha com os árbitros e equipas do Norte. Que só colabora com a ANNP... e esquece as outras associações a não ser que elas o solicitem encarecidamente. Ou então vai dar cursos e esquece que depois deve acompanhar. Não será só na ANL... não o fez nem propos à ANS, ANALG, ANDS e a tantas...
O ideal seria que esse sr, como vogal pelo conselho de arbitragem, tomasse a iiciativa de fazer em todo o lado... e não só quando sente que esteve na FPN todo este tempo e só enterrou mais a arbitragem (desculpa... no Norte não)

Apito na água disse...

As acções de reeciclagem da ANL foram atempadamente solicitadas ao Vogal do Conselho de Arbitragem.
A sua não realização não pode ser imputada ao conselho de arbitragem da ANL. Contudo está na calha e a ser planeado uma acção, para se falar das regras dos critérios, será mais uma conversa informal entre os árbitros de Lisboa, que servirá sobretudo para entre nós esclarecer e falar das regras e outras coisas.
Já agora deixo aqui o apelo, não sejam anónimos, este local serve para serem discutidas ideias e pontos de vista divergentes ou não, o anonimato de nada contribui para a modalidade e em particular para a arbitragem.
JBarradas
JB

Anónimo disse...

Não tendo o Conselho de Arbitragem realizado uma acção destas em Lisboa, não deveria ter havido iniciativa da ANL para o fazer?

Temos "gente" competente para o fazer, não temos? Então pergunto novamente porque não se fez?

Penso que também está na altura de deixarmo-nos de actividades informais, e passemos a tratar das questões com a seriedade que elas merecem, também não acham?

São os próprios arbritos a reconhecer que os critérios não são uniformes, de jogo para jogo mudam, consoante a personagem que arbrita o jogo. Se estão (estamos) empenhados em evoluir, então mãos à obra.

Ass: anónimo

Anónimo disse...

mais importante do que ser uma associação a fazer, não deveria ser iniciativa do Conselho de Arbitragem?
Se são feitas acções numa Associação, porque não são feitas nas outras... uma vez que o(s) prelector(es) são smepre os mesmos?
Se cada associação fizer a sua, vamos de certeza continuar com as diferenças de critérios de que tanto se fala!
Ou se faz para todas... ou se assume que só se conta com o Norte e o resto é paisagem...

Apito na água disse...

Sou de opinião que se deve uniformizar os critérios e como já aqui foi referido deve ser o Conselho de arbitragem nacional a tomar essa iniciativa, até, por uma questão de lógica e iguladade.
Concordo que se deveria ter efectuado uma em Lisboa, mas, não querendo de forma alguma desculpar quem quer que seja, a mesma não foi efectuada por terem existido contactos nesse sentido com o CA, e agora não faz sentido uma vez que estamos no final da época.
Contudo deixo aqui o desafio e que lançarei no meu blog, a realização de uma acção de informação/discussão das regras e critérios de arbitragem.
Desde convido todos os árbitros a estarem presentes para de uma forma aberta e dialogante se poder analizar situações de jogo, critérios, aplicação do regulamento entre outras.
Façam chegar as vossas sugestões, logo que for possivel indicarei o local e a hora do evento.

Anónimo disse...

o problema maior sao os criterios no norte e sul segundo as queixa que ouço pelos treinadores. se os do norte falarem entre eles e os do sul entre eles o problema mantem-se.

ou se faz a nivel naional ou alguem da as mesmas instruções no norte e sul.

criterios unicos iria revolucionar a arbitragem em portugal.

relativamente a competencia deveria ser algo da FPN e nao das associações!!

abraços

ricardo saraiva